Googlemaps Escola de Dança Raquel Oliveira subscrever newsletter Escola de Dança Raquel Oliveira mapa do site www.raquel-oliveira.pt
facebook Escola de Dança Raquel Oliveira Canal de Youtube da Escola de Dança Raquel Oliveira instagram Escola de Dança Raquel Oliveira facebook Escola de Dança Raquel Oliveira

Bailarina, Professora e Coreógrafa

logotipo da Escola de Dança Raquel Oliveira. logotipo da Companhia de Dança Raquel Oliveira.

HORÁRIO

ENGLISH

NOVIDADES

      Início » Escola » Aulas Presenciais » Sevilhanas e Flamenco

DIFERENÇA ENTRE SEVILHANAS E FLAMENCO

Na Dança Espanhola existem 4 estilos bem distintos:

 

- Folclore (ou Danças Regionais) | cada região de Espanha tem as suas próprias danças características, e as Sevilhanas são a dança característica da região de Sevilla

 

- Escola Bolera | baseia-se na fusão entre as danças populares espanholas e o ballet clássico (a Escola Bolera é considerada o "verdadeiro" ballet clássico espanhol)

 

- Flamenco | o Flamenco é a dança espanhola mais conhecida e é Património Cultural Intangível da Humanidade desde 2010.

 

- Dança Estilizada | é a composição livre de passos e coreografias, inspirada nas Danças Populares Regionais, na Escola Bolera e no Flamenco.

 

Para um observador leigo as Sevilhanas e o Flamenco são difíceis de distinguir, pois têm muitas características semelhantes.

 

A primeira grande diferença entre as Sevilhanas e o Flamenco é que as Sevilhanas fazem parte do primeiro grupo (Folclore ou Danças Populares Regionais) e o Flamenco não é considerado Folclore.

 

As Sevilhanas têm uma origem mais remota que o Flamenco, no entanto, no século XIX, foram influenciadas pelo flamenco e "aflamencaram-se", criando-se um estilo dentro das Sevilhanas ao qual podemos chamar de Sevilhanas Flamencas. Por esta razão, há historiadores que incluem as Sevilhanas nos Palos do Flamenco, enquanto outros autores mais puristas a consideram como uma dança pertencente ao Folclore Andaluz.

 

Na minha opinião e na de vários historiadores e estudiosos, as Sevilhanas não devem ser consideradas como um subgénero dentro do Flamenco, pois apesar de existirem Sevilhanas com um estilo marcadamente flamenco, também continuam a existir Sevilhanas com outros estilos que não se enquadram no estilo flamenco.

 

De um ponto de vista coreográfico, a grande diferença entre as Sevilhanas e o Flamenco é que a coreografia das Sevilhanas é "universal", ou seja, a coreografia base é sempre a mesma. Isto quer dizer que podemos aprender a dançar Sevilhanas em qualquer escola ou em qualquer país do mundo e conseguimos dançar com qualquer pessoa que também saiba dançar as Sevilhanas.

 

No Flamenco é diferente, pois não há uma coreografia "universal" que se dance sempre da mesma maneira. Antes de mais, no Flamenco, não há só uma dança chamada Flamenco, há sim várias danças ou estilos diferentes, os chamados Palos do Flamenco. E cada Palo Flamenco se dança de forma diferente, e cada professor ou coreógrafo cria as suas próprias coreografias, tendo como base os passos característicos de cada Palo.

 

De um ponto de vista musical, as Sevilhanas têm um compasso ternário e no Flamenco a maioria dos Palos têm um compasso quaternário (Tango, Rumba, Colombiana, Garrotin, Farruca, Tiento, entre outros) ou um compasso misto, o chamado compasso de 12 tempos (Soleá, Alegria, Buleria, Guajira, Caña, Romera, Seguiriyas, entre outros).